Pesquisar este blog

Lógica Matemática: proposição I


Em algum momento de nossa vida escolar que ocorre geralmente entre a sétima série do ensino fundamental e um dos anos do ensino médio, durante as aulas de matemática, nós olhamos para a lousa cheia de símbolos como ℤ, ℝ, →, <, ∈, entre outros, e ouvimos o professor falar coisas acerca de um tal conjunto verdade e que x pertence a isso tal que fulano é menor igual aquilo e nesse momento vem a seguinte dúvida em nossa mente:
“Onde eu estava quando tal linguagem e tais códigos foram ensinados em sala de aula?... Em que dia da minha vida foi explicado o sentido desse universo maluco que existe dentro de meros colchetes?...”
Você tenta puxar na memória e tudo o que consegue é um enorme nada, um conjunto vazio, como se você nunca tivesse sido convidado pra essa farra dos números. E assim a matemática segue diante de seus olhos como uma verdadeira colcha de retalhos, como um quebra-cabeça cujo um terço das peças seu irmão menor comeu e outro terço sua mãe jogou no lixo por engano. As peças que sobraram em sua mão não formam nenhuma figura por completo. E esse mundo macabro fica mais triste porque o professor quer o quebra-cabeça montado até a semana de provas. E depois vem o vestibular jogando na sua cara que não importa se você vai prestar algo na área de humanidades, pois terá que se ver mesmo assim com a dona matemática!

Exageros à parte, isso não deveria ser assim, pois se é uma coisa que está sempre presente no universo da matemática é a lógica. Acredite, as coisas fazem sentido sim em matemática. A questão é que se por um lado a linguagem da física e da química é a matemática, a linguagem da matemática é a lógica. E é muito estranho que por alguma razão a maioria das pessoas terminem seus estudos em nível médio sem ter ouvido falar de uma coisa chamada lógica matemática. É o mesmo que terminar um curso de inglês sem ter ouvido falar no verbo to be. Talvez esse fator insano ajude a explicar o porquê de tanto desânimo e dissabores no estudo de nossa querida matemática.
O conhecimento de lógica matemática nos ajuda a conhecer a linguagem do estudo dessa ciência. O aprendizado da lógica matemática irá te ajudar a domesticar o monstro. Pra abrir esse cofre tem que conhecer o código, my friend! A maioria das pessoas que conhecemos diz não gostar de matemática. E não gostam de beisebol, futebol americano, mandarin, canto gregoriano e do seriado Lost. Nós rejeitamos as coisas cuja linguagem não conhecemos, cuja as regras nunca foram nos apresentadas. Quem nunca ficou viciado por algum tempo em coisas como xadrez ou pôker após aprender as regras? É pedir demais que alguém fique viciado em matemática, mas com certeza essa relação que ficou abalada durante anos pode melhorar com o aprendizado de lógica matemática.
Confira no texto abaixo o primeiro texto sobre lógica matemática com a definição de proposição. Para facilitar a leitura, clique no botão Full do painel de slideshow.



2 comentários:

Érica Alves. disse...

ah, eu já li um pouco sobre isso. Essas que você colocou são leves, mas tem umas que dá um nó no cérebro

Anônimo disse...

isso é uma boa forma de aprender matemática com português

Postar um comentário