Pesquisar este blog

Carregando...

Pronomes relativos



Em geral, são pronomes que têm por função resgatar, retomar, um termo anterior a eles, a fim de evitar repetições. Podem ser variáveis ou invariáveis:

VARIÁVEIS
INVARIÁVEIS
Masculino
Feminino
o qual
os quais
a qual
as quais
que
cujo
cujos
cuja
cujas
quem
quanto
quantos
---
quantas
onde

*Como se pode ver na tabela acima, a única forma composta é “o qual”.
**Antecedido das preposições a e de, o pronome onde com elas se aglutina dando as formas: aonde e donde.

Emprego:

QUE

1. É usado para se referir a “pessoas” ou “coisas”, no singular ou no plural, podendo iniciar orações adjetivas restritivas e explicativas. Exemplos: Não comente nada que possa causar intrigas./ A casa, que estava cheia, esvaziou-se por completo.

2. O antecedente do relativo que pode vir expresso por uma oração ou expressão, podendo ser, nesse caso, antecedido pelo demonstrativo o ou pela palavra coisa ou equivalentes, que resumem a oração ou expressão. Exemplos: Desenhava rostos, o que requer leveza e precisão nos traços, além de muito talento./ Desprezou-a como se ela fosse um verme, coisa que não se faz nem com um animal.



QUAL, O QUAL

1. São usados para se referir a “pessoas” ou “coisas”, preferencialmente quando estas estão distantes do relativo que as vão retomar. Exemplo: Estas foram as palavras pronunciadas pelo deputado de Santa Catarina, as quais causaram muita repercussão na Câmara.

2. O relativo que é empregado depois de preposições monossilábicas (ex.: a, com, de, em, por). Depois de preposições de duas ou mais sílabas, de locuções prepositivas e das preposições monossilábicas “sem” e “sob”, usa-se “o qual”. Exemplos: É a pessoa sem a qual não vivo./ Um dia cairá a máscara sob a qual você se esconde./ Como esquecer? Aquele foi o dia depois do qual nunca mais te vi.

3. Também podem ser empregados para evitar ambigüidades. Exemplo: Conheço o pai da garota, a qual se acidentou. (Se no lugar do a qual fosse utilizado o relativo que, a frase teria duplo sentido, pois o que poderia estar retomando tanto o pai quanto a filha).

QUEM

1. Só se emprega com referência a pessoa ou a alguma coisa personificada. Exemplo: Feliz será quem com você se casar.

2. Como pronome relativo, “quem” vem sempre antecedido de preposição:
a) “a”: com VTD. Exemplo: Não se dava com os vizinhos, a quem mal conhecia.
b) outras: quando exigida por um verbo ou substantivo. Exemplo: Conheci uma pessoa por quem me apaixonei (apaixonar-se por alguém).

3. Quando é usado sem antecedente, é pronome indefinido e NÃO relativo. Exemplo: Fui eu quem fez isso.

4. É substituído por “o qual” depois das preposições monossilábicas “sem” e “sob”, depois das preposições com duas sílabas ou mais e depois das locuções prepositivas.

CUJO

1. Exprime posse e se refere a um nome antecedente (ser possuidor) e a um nome conseqüente (ser possuído), com o qual concorda em gênero e número. Exemplo: cujo pai; cujos filhos; cujas crianças, cuja casa, etc.

2. NÃO vem acompanhado de artigo, nem antes, nem depois (é incorreto dizer “a cuja”)

3. Pode ser antecedido por uma preposição, exigida por um verbo ou um nome. Exemplo: Essa é a casa a cujos aposentados eles dão preferência (o “a” antes de “cujos” não é artigo, mas sim preposição exigida pelo substantivo “preferência”: dá-se preferência a alguma coisa ou pessoa)./ Essa é a casa em cujas dependências se promoviam as festas.

ONDE

1. É usado para se referir a um lugar físico (equivale a “em que”). Exemplo: A cidade onde nasceu; a sala onde foi feita a reunião; a casa onde passou a infância.

2. Quando é utilizado com verbos de movimento, sofre uma aglutinação com a preposição “a”, dando a forma: aonde. Exemplo: Aonde você vai? (quem vai, vai a algum lugar).

QUANTO

1. Aparece após os indefinidos “tanto” (e variações), “todo” (e variações) e “tudo”. Exemplos:tanto ouro quanto você nem possa imaginar./ Bebeu toda a água quanta lhe davam./ Faço saber a todos quantos virem este edital.../ Esquece de tudo quanto promete.

2. Os indefinidos que o antecedem costumam ser omitidos. Exemplo: Nesta terra há ouro quanto você nem possa imaginar./ Bebia vinho quanto lhe davam.


Nenhum comentário:

Postar um comentário