Pesquisar este blog

Numeral

São palavras que servem para indicar uma quantidade exata de pessoas ou coisas ou para assinalar o lugar ocupado por estas em uma série. Podem exprimir quantidade, ordem, fração ou multiplicação em relação ao substantivo, classificando-se em:

Numeral cardinal: indica quantidade. Exemplos: Doze laranjas, dez alqueires, três irmãs, quatro ovos, etc.

Numeral ordinal: indica ordem. Exemplos: Primeiro lugar, segunda aposta, terceira vez, segundo filho, primeira esposa, etc.

Numeral fracionário: indica fração. Exemplos: Ficou com um terço da herança; comeu dois terços da pizza; marcaram presença quatro quintos dos alunos; mais da metade dos funcionários estão em greve, etc.

Numeral multiplicativo: indica multiplicação. Exemplos: Custou o dobro do preço; fiquei com o triplo do que apostei; etc.

NOTA: Também são considerados numerais:

• AMBOS, AMBAS;

• Os COLETIVOS que indicam quantidade determinada. Exemplo: novena, dezena, dúzia, centena, cento, milhar, par, casal, etc.


FLEXÃO DOS NUMERAIS

CARDINAIS:

Um, dois e as centenas depois de duzentos variam em gênero. Exemplos: um/uma, dois/duas, duzentos/duzentas, trezentos/trezentas, etc.

Ambos (= os dois) varia em gênero. Exemplo: ambos os carros/ambas as motos.

Milhão, bilhão, trilhão, etc. variam em número. Exemplos: um milhão/ dois milhões, um bilhão/ três bilhões, etc.

• Os demais cardinais são invariáveis.

ORDINAIS:

Variam em gênero e número. Exemplos: primeiro(s)/ primeira(s), décimo(s)/ décima(s), etc.

FRACIONÁRIOS:

Concordam em número com os cardinais que indicam o número das partes. Exemplos: um terço, dois terços, cinco quartos, etc.

• Meio concorda em gênero com o substantivo a que se refere. Exemplos: meio copo, meia porção, etc.

*OBS.: Não confundir “meio” numeral com “meio” advérbio. Como todo advérbio, no segundo caso, “meio” é invariável. Exemplo: Ando meio (adv.) cansada.

MULTIPLICATIVOS:

• São invariáveis quando equivalem a substantivos. Exemplo: Podia ser meu avô, tem o triplo da minha idade.

Variam em gênero e número quando equivalem a adjetivos. Exemplos: duplo motivo/ dupla razão/ duplos motivos/ duplas razões.

NUMERAIS COLETIVOS:

• Todos se flexionam em número. Exemplos: uma dúzia/ duas dúzias, uma dezena/ duas dezenas, três décadas, etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário