Pesquisar este blog

Carregando...

Ligação iônica

A ligação iônica é um tipo de ligação entre os átomos que se dá por meio da atração eletrostática entre íons de cargas opostas. Nesta ligação sempre haverá um átomo que perde elétron(s) enquanto outro ganha elétron(s). Preste bem atenção nisto: a ligação iônica ocorre com transferência de elétrons (no tópico sobre ligação covalente, você verá que este é o grande diferencial da ligação iônica).

Mas entre que tipo de átomos pode ocorrer a ligação iônica? Bom, se você analisar a tabela periódica, verá que os metais têm menos de 4 elétrons na última camada da sua eletrosfera. Sendo assim, para que esses elementos possam ficar estáveis (com 8 elétrons na última camada), eles teriam que ganhar mais de 4 elétrons ou, muito mais fácil, perder menos de 4. É claro que a tendência é que esses átomos percam os seus menos de 4 elétrons da camada de valência. É por isso que, sobre os metais, dizemos que eles têm facilidade em ceder elétrons, formando íons de carga positiva (cátions), fato este que nos leva a concluir que os metais têm alta eletropositividade

Observe agora o número de elétrons na última camada dos ametais (não metais). Você verá que os ametais têm mais de 4 elétrons na camada de valência. Para ficarem estáveis, completando os 8 elétrons de sua última camada, os ametais devem receber, ganhar, os elétrons que faltam. Por terem facilidade em receber elétrons, formando íons de carga negativa (ânions), dizemos que os ametais têm alta eletronegatividade.

Agora pense bem! Se os metais precisam doar de 1 a 3 elétrons para ficarem estáveis, e se os ametais precisam receber de 1 a 3 elétrons para alcançarem a tão almejada posição de estabilidade, o que pode acontecer entre eles? Pois é, juntou a fome com a vontade de comer, o útil com o agradabilíssimo! Se eu preciso me livrar do jiló do meu prato, e se você deseja loucamente comer jiló (tem gosto pra tudo!), então estamos vantajosamente ligados pelo destino.

É bem isso que ocorre com os metais e ametais. Ambos se ligam em compostos iônicos por meio da atração eletrostática. Podemos dizer, então, que a ligação iônica é um tipo de ligação química, de natureza eletrostática, que ocorre entre metais e ametais com transferência de elétrons.

Uma das formas que temos para representar a ligação química é pelo Diagrama de Lewis, por meio do qual os elétrons da camada de valência são representados por pontos ao redor do símbolo do elemento. Exemplo:

Cloreto de potássio

Potássio (K): Z = 19
K (2), L (8), M (8), N (1)

Cloro (Cl): Z = 17
K (2), L (8), M (7)

Representação (Lewis):

Como obter a fórmula de um composto iônico? Simples! Basta saber a carga do cátion e do ânion e invertê-las, colocando-as como quantidade de átomos de cada elemento no composto. Tá complicado ainda? Veja no exemplo abaixo como isso é simples:

Composto: Óxido de alumínio
Distribuição eletrônica: Oxigênio (O): Z = 8
K (2), L (6)

Alumínio (Al): Z = 13
K (2), L (8), M (3)

O átomo de oxigênio precisa ganhar 2 elétrons: O-2
O átomo de alumínio precisa perder 3 elétrons: Al-3

Fórmula do composto: Al2O3

Principais propriedades dos compostos iônicos:

• Têm alto ponto de fusão e ebulição;
• Quando dissolvidos em água ou fundidos, conduzem corrente elétrica;
• São sólidos e apresentam, nas condições ambientes, um retículo cristalino.

Os compostos iônicos estão em toda parte. O vidro, por exemplo, é feito com compostos iônicos. Assista à animação abaixo e aprenda mais sobre a ligação iônica!

6 comentários:

Anônimo disse...

Essa matéria é muito facil
de prender!! adorei

Anônimo disse...

Parabéns pela simplicidade e eficiência na explicação!
Muito bom aprender assim. Fica muito mais fácil e gostoso.

Anônimo disse...

Esse site é PERFEITO!! VICIEI nele!

Anônimo disse...

Amei essa explicaçao e ótima!!!

Anônimo disse...

Muito boa de aprender, fica mais fácil.

Anônimo disse...

O átomo de oxigênio precisa ganhar 2 elétrons: O-2

Obs: Não entendi essa parte: Se o "O" precisa de 2 elétrons, ele é um cátion, pois o número de elétros ( - ) é menor que o de prótons ( + )

O átomo de alumínio precisa perder 3 elétrons: Al-3

Obs: Com o "Al" não seria o contrário?

Postar um comentário