Pesquisar este blog

Carregando...

Como descobrir genótipos?

O genótipo é o nosso conjunto de alelos, e podemos estudá-lo separadamente para cada característica. Mas como saber qual é o meu genótipo, ou qual o genótipo de uma população que está sendo estudada?

Primeiro vamos retornar ao conceito de genótipo. Para facilitar vamos pensar nos humanos, que possuem pares de cromossomos formando seu genoma. Em cada cromossomo do par há uma região específica, ou locus, onde está a sequência de um gene que codifica para determinada característica. Como sabemos cada cromossomo veio de um gameta diferente, então apesar de eles terem o mesmo locus, por exemplo, para cor dos olhos, a sequência exata do gene naquela posição pode ser diferente entre os dois cromossomos, e isso é o que chamamos de alelos. Poderia ser que em um dos alelos estive a receita para fazer olhos azuis, e, em outro, olhos castanhos... e agora? Agora sabemos pela 1ª lei de Mendel que um alelo pode ser dominante em relação a outro e apenas uma variação da característica expressar em detrimento da outra, nesse caso os olhos castanhos.

Se estivermos lidando com uma característica que apresenta dominância, como posso distinguir o homozigoto dominante do heterozigoto se ambos possuem o mesmo fenótipo? Podemos descobrir isso através de cruzamentos.

O cruzamento-teste é quando um indivíduo homozigoto recessivo é cruzado com aquele cujo genótipo se quer conhecer. Por exemplo, temos um rato preto, que sabemos que tem o fenótipo dominante (portanto pelo menos ele possui um alelo dominante) e cruzamos com um albino, que é o recessivo (como todo recessivo, é homozigoto). Deste cruzamento duas possibilidades podem ocorrer: 1- Todos os descendentes nascerem pretos, isso quer dizer que o parental é homozigoto e todos da F1 são heterozigotos ou 2- Nascerem camundongos albinos e pretos heterozigotos na mesma proporção (1:1), demonstrando que o pai é heterozigoto.

Outra maneira de representar cruzamentos é utilizando o quadro de Punett, como representado abaixo para o caso 2 do exemplo acima (Aa x aa).
Outro cruzamento que pode ser realizado é o retrocruzamento, que consiste da mesma base que o cruzamento-teste, com a diferença que o indivíduo que queremos saber o genótipo é cruzado com um progenitor seu de genótipo homozigoto recessivo, e os resultados que esperamos são os mesmo que do cruzamento-teste. A nomenclatura diferenciada é para indicar que houve cruzamento com algum animal da família.

Até agora falamos de animais que podemos manipular e escolher com quais outros animais eles devem cruzar, mas como fazemos no caso dos humanos? Fácil! Podemos analisar seus cruzamentos naturais. Voltamos ao exemplo da cor dos olhos (lembre-se que é só um exemplo, pois a cor dos olhos envolve mais de um gene). Seu pai possui olhos castanhos e sua mãe olhos azuis e gostaríamos de saber se seu pai é homozigoto ou heterozigoto para essa característica, devemos analisar sua descendência, ou seja, você e seus irmãos. Se algum de vocês tiver olhos claros certamente seu pai é heterozigoto. Se nenhum possuir olhos claros, não podemos afirmar nada ainda, pois, lembre-se que ter olhos claros é uma questão de probabilidade, pois 50% da descendência teriam olhos castanhos (heterozigotos) e 50% olhos azuis (homozigotos recessivos). Mas, podemos analisar o heredograma da sua família para essa característica e analisar a probabilidade do seu pai ser heterozigoto, mas esse assunto fica para a próxima aula.

Se ficar alguma dúvida, deixe como comentário abaixo que teremos o prazer de respondê-lo e ajudá-lo em seus estudos. Bons estudos!

3 comentários:

Anônimo disse...

não sei qual é o tipo de genótipo que possuo. Podem me ajudar por favor?

Anônimo disse...

não sei qual meu genótipo! poe favor me ajudem:sou negra, meus pais mulatos, meus avos paternos brancos ,minha avó materna branca e meu avô materno negro.Na família do meu pai todos são claros só eu e meus irmãs somos negros, menos uma irmã que e bem clara.Já na família de minha mãe tem uns dois ou três que são mulatos o resto são brancos, então não sei o meu genótipo por favor me respondam, pelo menos alguma probabilidade! Desde já ,agradeço.

Anônimo disse...

parabénsss!!!
Todo conteúdo excelente, caramba demais mesmo!!

Postar um comentário