Pesquisar este blog

Carregando...

Sangue: Sistema Rh

O sistema Rh é determinado pela presença do fator Rh nas hemácias (glóbulos vermelhos do sangue), podendo a pessoa possuir esse fator, e ser denominada Rh+, ou não possuir, e ser denominada de Rh-.

Assim como o sistema ABO, esse sistema foi descoberto por sua importância em transfusões sanguíneas, já que indivíduos Rh- produzem anticorpos anti-Rh que reagem com as hemácias do sangue transplantado de um indivíduo Rh+.

O tipo de herança genética é monogênica com dominância, onde o fenótipo dominante é o Rh+ e o recessivo o Rh-.

Esse sistema é muito importante na doença hemolítica do recém-nascido, ou eritroblastose fetal. Nela, mulheres gestantes de fenótipo Rh- podem produzir e passar anticorpos anti-Rh para seus filhos durante a gestação. Se a criança for Rh+ (se o pai for Rh+), esses anticorpos irão causar a destruição maciça dos glóbulos vermelhos do bebê. O tratamento é realizado é transfusão sanguínea no feto com substituição total do sangue Rh+ por Rh-. Com o tempo ocorre a substituição dessas hemácias, voltando a criança a ser Rh+.

A mãe pode receber após o primeiro parto anticorpos anti-Rh que destruirão as hemácias do feto antes que ela monte uma resposta imune, e assim ela não irá ter anticorpos pronto caso engravide novamente de um filho Rh-.

Um comentário:

Anônimo disse...

ainda bem que encontrei este site, senão não conseguia acabar o meu trabalho de ciencias!!! OBRIGADO!!!!!!

:) <3 :)

Postar um comentário