Pesquisar este blog

Carregando...

Infinitivo, Gerúndio e Particípio



O infinitivo, o gerúndio e o particípio são as chamadas formas nominais do verbo. Todas elas se caracterizam por não poderem expimir em si nem o tempo nem o modo verbais, podendo aproximar-se das características de um substantivo, adjetivo ou advérbio (daí serem denominadas “nominais”). Desse modo, o valor temporal e modal dessas formas só pode ser apreendido pelo contexto em que elas vêm inseridas.

Infinitivo:

O infinitivo indica a ação propriamente dita, sem situá-la no tempo, aproximando-se da função substantiva (é o infinitivo que “dá nome” à ação, e é por isso que, no dicionário, é na forma infinitiva que localizamos os verbos). Ex:

Preservar a natureza é fundamental

Pode ser identificado pelas suas terminações, que indicam as três conjugações verbais: 

1ª conjugação = -ar (amar, cantar, falar)
2ª conjugação = -er (escrever, comer, ver)
3ª conjugação = -ir (dormir, partir, vir)

O infinitivo pode ser pessoal ou impessoal. O infinivo impessoal é aquele que se constrói sem sujeito, ou seja, que não se refere a uma pessoa gramatical. Trata-se dos verbos no seu estado puro, sem flexões, tais como os encontramos nos dicionários. Ex.: comer, beber, cantar, sorrir, cair.

O infinitivo pessoal, ao contrário, é aquele que possui sujeito próprio e, por isso, pode ser flexionado. Nos verbos regulares, a terminação do infinitivo pessoal é idêntica à terminação do Futuro do Subjuntivo. A forma pessoal do infinitivo é usada, principalmente, nas orações reduzidas de infinitivo, ou seja, naquelas em que não há conjunção ou locução conjuntiva. Ex.: Verbo amar no infinitivo pessoal: para eu amar/ para tu amares/ para ele amar/ para amarmos/ para vós amardes/ para eles amarem. Oração reduzida de infinitivo: Fez tudo para nós terminarmos.

Gerúndio:

O gerúndio, conhecido pela sua terminação em –ndo, indica uma ação em andamento, um processo verbal ainda não finalizado, e desempenha funções que se assemelham às de um advérbio ou adjetivo. Ex.:

O menino quebrou a perna jogando bola.
A menina, chorando, devolveu a boneca.

De acordo com sua posição na frase, o gerúndio pode expressar uma ação em diferentes posições no tempo com relação à oração principal. Abaixo, algumas possibilidades de emprego do gerúndio e o que seu respectivo emprego pode expressar na frase.
  • Gerúndio anteposto à oração principal: pode indicar uma ação imediatamente anterior à oração principal (ex.: Terminando a aula, todos serão dispensados) ou uma ação que teve começo antes ou no momento da oração principal e que se prolonga no tempo, ou seja, que ainda continua (ex.: Cantando lindamente, viu-o deixar o teatro sem ao menos um aceno de adeus).
  • Gerúndio ao lado do verbo principal: empregado ao lado do verbo principal, o gerúndio expressa uma ação simultânea a da oração principal, funcionando como um advérbio de modo (ex.: Chegou alegrando a festa).
  • Gerúndio posposto à oração principal: colocado depois da oração principal, o gerúndio indica uma ação posterior a ela (ex.: Os voos foram cancelados, evitando, assim, que uma tragérdia maior acontecesse).
  • Gerundismo: Agora que você já viu alguns usos do gerúndio, observe as frases abaixo:

1) Não me telefone depois do almoço, porque vou estar dirigindo.
2) Um minuto, por favor, que já vou estar transferindo a ligação.

Perceba, no exemplo 1, que a estrutura ir + estar + gerúndio é comum e perfeitamente aceitável na nossa língua. Contudo, a segunda frase é um exemplo de uso inadequado dessa estrutura. Por quê? Na primeira frase, ao dizer “vou estar dirigindo”, o falante indica uma ação futura que se prolongará por um certo tempo, ou seja, usa o gerúndio justamente para expressar a duração prolongada de sua ação futura.

Mas o que dizer da segunda frase? Trata-se do anúncio de uma ação que será realizada no exato momento da fala. Uma ação, portanto, que tem começo e fim determinados e que, por isso, não suporta a ideia de progressão expressa pelo gerúndio. Ao dizer que “vai estar passando a ligação”, o falante dá a entender, pelo uso equivocado do gerúndio, que vai passar um período realizando repetidamente a ação, o que é totalmente descabido, porque a ação de transferir uma ligação não contém o aspecto durativo, isto é, não é uma ação que possa ser realizada de maneira prolongada no tempo, como o são, por exemplo, os verbos estudar, correr, comer, trabalhar, etc. Neste caso, a forma mais adequada para se dizer a segunda frase é: “Um minuto, por favor, que já vou transferir a ligação” ou, menos usual para a situação, “Um minuto, por favor, que já transferirei a ligação”.

Particípio:

O particípio, identificado, quando regular, pelas terminações –ado (1ª conjugação) e –ido (2ª e 3ª conjugações), apresenta o resultado do processo verbal, indicando uma ação já realizada, finalizada. Além disso, pode acumular as características de verbo e adjetivo.

O particípio desempenha importante papel no sistema verbal, pois, por meio dele, são formados tempos verbais compostos que exprimem o aspecto conclusivo.

Maria, coitadinha, tem provado das mazelas da vida.

  • Particípio e voz ativa:
Junto com os auxiliares ter e haver, o particípio forma tempos compostos da voz ativa.
  • Particípio e voz passiva:
Junto com os auxiliares ser e estar, o particípio forma tempos compostos da voz passiva.
  • Particío regular e irregular:
    Na língua portuguesa, há alguns verbos que possuem dois particípios, um regular (terminações em “ado” ou “ido”) e outro irregular (forma-se de modo contraído, sem as desinências “ado” ou “ido”). Normalmente, quando isso ocorre, o particípio regular é usado para os tempos compostos da voz ativa, formados pelos auxiliares ter e haver, enquanto que o particípio irregular é usado para os tempos compostos da voz passiva, formados pelos auxiliares ser e estar. Exemplos:

Havia aceitado as condições propostas.
As condições propostas haviam sido aceitas.
A polícia do Rio tem prendido muitos traficantes.
Traficantes estão sendo presos pela polícia do Rio.

Mas, há ainda alguns verbos em que esta distinção já não é feita, sendo possível o uso adequado do particípio regular e irregular no mesmo caso ou contexto. Ex.:

Recebeu aviso de cobrança mesmo tendo pagado/pago em dia a promissória.
Ultimamente, tenho gastado/gasto muito em viagens.
Tenho ganhado/ganho poucas vezes no baralho.

Abaixo, alguns verbos que geralmente têm seu particípio empregado de maneira equivocada:

Chegar: apesar de ter se popularizado o “chego” (inexistente), o verbo “chegar” possui um único particípio: “chegado”. Ex.: Ainda não tinha chegado do trabalho quando você ligou.

Empregar: bastante difundido também é o uso inadequado de um possível particípio irregular “empregue” (inexistente), criado por associação ao irregular do verbo “entregar”, “entregue”. Porém, o verbo “empregar” só possui um particípio regular: “empregado”. Ex.: Agora sim, o particípio está sendo empregado corretamente.

Escrever: o verbo escrever já teve dois particípios, um regular (escrivido) e outro irregular (escrito), mas o uso do primeiro a muito caiu em desuso, sendo que atualmente o verbo escrever só comporta o particípio irregular: “escrito” (o mesmo aconteceu com os verbos abrir e cobrir). Ex.: Já tinha escrito duas páginas de resposta. /O menino já está coberto.

Vir: exceção à regra, o verbo “vir” tem particípio especial: “vindo”, igual ao seu gerúndio. Ex.: Ele não tem vindo às aulas nos últimos dias.

*Atenção: O particípio não se flexiona em pessoa. O infinitivo e o gerúndio possuem, além de suas formas simples, uma forma composta, que exprime o aspecto de ação concluída. Ex:

Infinitivo: ler (ação não concluída) / ter lido (ação concluída)
Gerúndio: lendo (ação não concluída) / tendo lido (ação concluída)

Referências:
CUNHA, C.; CINTRA, L. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.
PIACENTINI, M. T. Q. “Prendido e Preso - O particípio duplo - Particípio & adjetivo”, disponível em: http://www.kplus.com.br/materia.asp?co=48&rv=Gramatica

51 comentários:

Anônimo disse...

esse negócio é um LIXO...ñ aprendi nada com isso

Anônimo disse...

adorei esse site.aprendi tudo que eu estava estudando tirei até da impressora.eu Júlia Nogueira Holanda Pinto Grande aprovo com minha assinatura este site.

YSADORA LIMA disse...

E MELHOR QUE MEU LIVRO ACHO QUE VC ME DEVERIA ME DAR AULA

Anônimo disse...

10

Anônimo disse...

obg isso me ajudou muito para um prova

Anônimo disse...

Muito bom :)

Anônimo disse...

am?

verceus disse...

Mesmo com o uso correto do gerúndio "dirigindo",
Na frase:-Vou estar dirigindo. Não deveria ser: Estarei dirigindo? Esse " vou estar" é de uso indevido em português não não?

Anônimo disse...

muito e preciso.

Anônimo disse...

muito bom, elucidou minhas dúvidas.

Anônimo disse...

não gostei porque não achei que divia

Anônimo disse...

muito bom!

Anônimo disse...

nossa, entendi só a metade !!!

ysadora disse...

esta muito bom, obrigada pela ajuda!

Anônimo disse...

nosss... vcs poderiam er ,mais claros em

Anônimo disse...

eu quero é conjugação

Anônimo disse...

me esclareceu todas as duvidas :)

Anônimo disse...

obrigada me ajudou muito no trabalho da escola
isabel

Anônimo disse...

Gostei muito, eu tenho 12 anos e entendi muito obg, vou fazer uma prova e com essa explicação acho que vou tirar nota 10.
abç.

Anônimo disse...

vc´s sao ums fdp mentita kkkkkkkkkkkkkkk

Safia Mazloum disse...

afeao nem isso esse site presta

Anônimo disse...

mto bom!

Anônimo disse...

muito bom ajudou muito na prova

Anônimo disse...

num entendi nadinhaaaaaa pohha 2,7 na provaaaaaa

Anônimo disse...

Nao tem exemplos d frase nu gerundio participio alguem me ajude por favor:-@

Anônimo disse...

ok!

Anônimo disse...

obrigado, me ajudou muito numa prova

Anônimo disse...

noooosssa iisso me ajudou bastante espero que me ajude nas provas valeu

lilly disse...

obg tava péssima em português obg ajudou na prova!!

Anônimo disse...

Boom,deveria ter exemplos de palavras e conjugações com elas... Wft!!

Blog do Gta disse...

obg me ajudou no teste de portugues

Anônimo disse...

nosssa minha prof inxee o saco por causa de disso mal começou as aulas ja passo uns 5 trabalhos de pesquisas odeio ela.

Anônimo disse...

brigado men ajudouuuuuuuu bastante..

paulaa disse...

muito bom, gostei muito, obrigado

paulaa disse...

muito bom, gostei muito, obrigado

Anônimo disse...

ajudou mas queria saber de um exemplo com tabela

Rayla disse...

Obg , prova amanha estou desesperada , estava ...

Anônimo disse...

obg!mais ver se eu entendi gerúndio ex:.dirigindo participio:.dirigir infinito ex:.dirigido

Anônimo disse...

bom me deu uma ajuda pra prova.

Anônimo disse...

kkk

Anônimo disse...

è uma forma das pessoas aprenderem

Anônimo disse...

muito obigado me ajudou bastanta :)

Anônimo disse...

Muito bom, ...

Anônimo disse...

gostei bastante

Anônimo disse...

muinto legal

Gabriela Santos disse...

Amei o site , me ajudou muito pois tenho prova e é um assunto muito complicado continue postando sobre assuntos sobre 7 ano agradeceria muito ..
(=

Anônimo disse...

não entendi nada isso que li 4 vezes ! =S

myblogger.free disse...

muitooooooo obr...... prova bimestral e amanhã! me ajudou bastatiii

Clarissa disse...

Definitivamente excelente !!

Anônimo disse...

Nuuuus mt obrigada esse site me ajudou extremamente na minha lição de casa a minha profª me deu 10.0 mt mt mt mt obrigada mesmo!

Anônimo disse...

10 muito bom fontes confiaveis

Postar um comentário