Pesquisar este blog

Herança ligada ao sexo

Cada célula diplóide do nosso organismo possui um conjunto de 23 pares de cromossomos homólogos, sendo 22 pares conhecidos como autossomos e um par como cromossomos sexuais. Nas mulheres esse par é formado por dois cromossomos X e nos homens, por um cromossomo X e um cromossomo Y.

O cromossomo Y possui uma região em que é homólogo ao X e uma região que contém genes exclusivos do sexo masculino. Do mesmo modo, apenas uma parte do cromossomo X tem correspondência com o cromossomo Y, como é fácil observar pela diferença marcante entre os tamanhos dos dois cromossomos, representados abaixo em microscopia eletrônica de varredura.


Sendo assim, uma mulher, por ter dois cromossomos X, terá dois alelos para uma característica presente neste cromossomo na região exclusiva do X, enquanto um homem terá apenas um alelo, pois possui apenas um X.



Em humanos, o daltonismo é um tipo de doença recessiva com herança ligada ao sexo. Essa doença se caracteriza pela dificuldade para distinguir principalmente a cor verde de vermelha.

Ser uma doença com herança ligada ao sexo quer dizer que o alelo anormal em questão está presente no cromossomo X. Na mulher, como qualquer doença recessiva, seriam necessários dois alelos anormais para a doença se manifestar. Mas, o que ocorre nos homens? Como cada homem possui apenas um cromossomo X, a presença de um alelo anormal já é suficiente para ter a doença. Por isso, os homens são mais suscetíveis a essa doença e a todas as outras ligadas ao cromossomo X. A mulher também pode desenvolver a doença, mas probabilisticamente é um evento bem mais raro de ocorrer.

Quer saber se você é daltônico? Veja atentamente os quadros abaixo e tente ver o que está escrito dentro de cada círculo. Se pintar alguma dificuldade, procure um médico!

Como identificar uma doença ligada ao sexo? Se a herança for recessiva, analise o heredograma e verifique se os indivíduos afetados são em sua maioria homens. Se houver mulheres afetadas, seus pais necessariamente devem ter a doença e suas mães serem portadoras. Os homens afetados sempre receberam esse alelo da mãe que devem ser portadoras, pois recebem o cromossomo Y do pai. Os heredogramas abaixo são de uma doença recessiva, mas qual está ligada ao sexo?

A resposta correta é o primeiro heredograma, pois no segundo o indivíduo 5 necessariamente deveria ser afetado.

Há também herança ligada ao sexo dominante, e neste caso um pai afetado terá todas as filhas afetadas, pois todas receberão um cromossomo X do pai, e não terá nenhum dos filhos afetados. As mães afetadas (heterozigotas) têm a probabilidade de metade de seus filhos, tanto homens como mulheres, serem afetadas, como é possível observar no heredograma abaixo.



Outro tipo de herança é a herança restrita ao sexo onde o alelo encontra-se no cromossomo Y, na porção em que ele não é homólogo ao X. Uma dessas heranças restrita aos homens e presente no X é a presença de pêlos na orelha (hipertricose).

Há outro tipo de herança conhecida como herança influenciada pelo sexo, onde os alelos para determinada doença estão nos cromossomos autossomos, mas são influenciados por hormônios sexuais, como, por exemplo, a calvície.

Nenhum comentário:

Postar um comentário