Pesquisar este blog

Carregando...

Nomenclatura e classificação dos sais

I. Nomenclatura dos sais:

Como vimos, o sal é formado a partir do cátion de uma base e do ânion de um ácido. Sendo assim, seu nome, em geral, obedecerá ao seguinte critério:

NOME DO ÂNION + DE + NOME DO CÁTION

Exemplos: Na+Cl- = cloreto de sódio; Ba+2SO4-2 = sulfato de bário.

Para dar nome aos ânions, você deve seguir a mesma regrinha que vimos na nomenclatura dos ácidos, na qual, a partir do nome do ânion chegávamos ao nome do ácido e vice-versa.

Vamos recordar essas regrinhas:

• Quando o ácido for um hidrácito (de terminação “–ídrico”), o ânion terá terminação “-eto”. Exemplo:
H2S = ácido sulfídrico / ânion S-2 = sulfeto.

• Quando se tratar de oxiácidos, a terminação do ânion será “-ito” para os oxiácidos terminados em “-oso” e “-ato” para os oxiácidos terminados em “-ico”. Exemplos:

H2SO3 = ácido sulfuroso / ânion SO3-2 = sulfito
H2SO4 = ácido sulfúrico / ânion SO4-2 = sulfato

Resumindo:

Mas há ânions que são provenientes de ácidos que possuem mais de um hidrogênio ionizável. Nesses ácidos poderá ocorrer uma ionização parcial, o que gerará ânions que conterão em sua fórmula o(s) hidrogênio(s) que não foi(ram) ionizados. Para esses ânions, inserimos no início de seus nomes os sufixos: mono-hidrogeno, di-hidrogeno, e assim por diante. Também podemos colocar a nomenclatura correspondente ao(s) hidrogênio(s) ionizável no fim do nome do ânion, adotando como prefixo as terminações: monoácido, diácido, etc. Exemplos:


II. Classificação dos sais:

• Sal normal:
É um sal cujo ânion não tem nenhum hidrogênio ionizável nem grupo OH-. Sendo assim, ele só pode resultar de uma reação de neutralização total do ácido e da base envolvidos no processo. Ex.: NaCl, KBr, BaSO4.

• Hidrogenossal:
É um sal cujo ânion tem um ou mais hidrogênios ionizáveis e que não apresenta grupo OH-. Esse sal resulta de uma reação de neutralização parcial do ácido envolvido no processo. Ex.: NaHCO3, Na2HPO3, NaHSO4.

• Hidroxissal:
É um sal cujo ânion não tem hidrogênio ionizável, mas que apresenta grupo OH-. Esse sal resulta de uma reação de neutralização parcial da base envolvida no processo. Ex.: Mg(OH)Cl (hidroxicloreto de magnésio).

• Sal duplo ou misto:
É um sal que apresenta no retículo cristalino mais de um cátion ou mais de um ânion. Ex.: CaBrCl (cloretobrometo de cálcio).

• Sal hidratado:
É um tipo de sal em que se encontram, no seu retículo cristalino, moléculas de água presas aos cátions e aos ânions. Ex.: CaSO4 . 2H2O (sulfato de cálcio di-hidratado – “gesso”).



2 comentários:

Anônimo disse...

k legal

Anônimo disse...

eu achei essa materia muito inportant e legal

Postar um comentário