Pesquisar este blog

Ciclos Biogeoquímicos: Ciclo do Nitrogênio

O nitrogênio é um elemento químico fundamental para a vida, pois é necessário para a produção dos aminoácidos (proteínas), bases nitrogenadas (ácidos nucléicos) e do ATP (molécula de troca energética).

Aproximadamente 79% da nossa atmosfera é constituída de nitrogênio na forma gasosa (N2). Porém esse composto não é prontamente utilizável por todos os seres vivos, sendo necessária sua com versão em amônia (NH3), que então consegue ser metabolizada. A conversão de N2  NH3 é chamada de fixação e é realizada apenas por alguns organismos, como bactérias, cianobactérias e fungos, denominados de organismos fixadores. Esses microrganismos vivem associados a raízes de plantas, principalmente de leguminosas como feijão, ervilha, soja, amendoim tremoço e lentilha. Os fixadores recém a proteção e alimento das plantas e em troca contribuem com o suprimento de nitrogênio aproveitável, na forma de NH3.

Existem também microrganismos que transformam a amônia em nitrito (NO2-) e posteriormente em nitrato (NO3-), sendo o primeiro processo chamado de nitrosação e o segundo de nitratação. Há também organismos que convertem a amônio diretamente em nitrato, sendo esse processo chamado de nitrificação. 



A amônia retorna ao ambiente pela liberação na urina, na forma de excretas nitrogenadas, uréia ou ácido úrico, e são transformados em amônia livre novamente através de bactérias e fungos decompositores, podendo ser também convertida novamente na forma gasosa do nitrogênio, que é devolvida para a atmosfera. 

Para mais informações e esclarecimentos, acesse os vídeos sugeridos abaixo, e bons estudos! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário