Pesquisar este blog

Carregando...

Sistema Reprodutor Masculino


O sistema reprodutor masculino é o responsável pela formação de gametas nos homens, os espermatozóides, e todo o seu transporte até seu alvo, o óvulo.

O sistema reprodutor masculino é formado por um par de testículos, epidídimo, canal deferente, canal ejaculatório, uretra, próstata, vesículas seminais, glândulas bulbouretrais, pênis e escroto.


Os testículos são compostos por emaranhados de tubos seminíferos, protegidos por uma túnica. Dentro dos tubos seminíferos estão as células que darão origem aos espermatozóides (veja gametogênese), além de células acessórias, as células de Sertoli. Entre os tubos encontram-se células de Leydig, que produzem testosterona, um hormônio muito importante na espermatogênese. Os testículos encontram-se dentro do escroto e só são produzidos em temperaturas de 1 a 3ºC menores que o corpo, e por isso ficam para fora da cavidade abdominal. 



Os epidídimos encontram-se logo acima dos testículos e são também formados de tubos enovelados, que tem como função armazenar e amadurecer os espermatozóides. 


A próstata, localizada logo abaixo da bexiga, libera uma substância que neutraliza a acidez da urina e ativa os espermatozóides. 

Os canais deferentes são ductos que saem do epidídimo e se unem aos ductos ejaculatórios. A uretra é o canal de passagem tanto de urina como de sêmen, mas, durante o ato sexual, a bexiga permanece fechada. 

As vesículas seminais são responsáveis pela produção de um líquido que fará parte do sêmen, juntamente com os espermatozóides que virão dos epidídimos e líquido prostático. Nesse líquido, entre outros compostos, há grande quantidade de frutose, um açúcar que fornecerá energia para os espermatozóides.

As glândulas bulbouretrais liberam uma substância que limpa a uretra e que também serve para lubrificar o pênis durante o ato sexual. 

Por fim, o pênis é considerado o órgão mais importante no sistema reprodutor masculino. Ele é formado por dois corpos cavernosos e um esponjoso, que, durante a ereção, são inundados com sangue, tornando o tecido mais enrijecido. Se cortássemos um pênis transversalmente (ai!), veríamos a figura abaixo: 


A função básica do pênis é expelir os espermatozóides dentro do sistema reprodutor feminino, onde deverão encontrar um óvulo para a fecundação. Uma curiosidade é que em 1ml de sêmen são encontrados normalmente por volta de 100 milhões de espermatozóides, mas de todos esses apenas um fecundará um óvulo.




Nenhum comentário:

Postar um comentário